História da Cidade

A povoação que deu origem a cidade de Jaú do Tocantins, teve inicio no ano 1968 com a transferência da Escola Estadual Cristino Sales, que até então funcionava no arraial do Grafite, à margem do Rio Almas, para as margens do córrego Jaú. A ideia de transferência da escola supracitada para outra localidade surgiu devido à redução de alunos naquela região e de outros fatores que inviabilizava sua continuidade naquela localidade. Com isso, o Sr. Justiniano Oliveira Souto, então professor daquela escola, liderou um movimento juntamente com os pais e moradores das margens e região do córrego acima citado, no sentido de transferirem a escola já existente para uma localidade que possibilitasse o acesso dos filhos dos moradores da região, uma vez que nela havia uma grande quantidade de crianças sem escolarização. Os pais interessados, moradores nesta região naquele tempo eram os Senhores Manoel Correia Miranda, Alexandre Francisco Soares, Manoel Dias de Farias, Joaquim Dias de Farias e Luis Soares de Queiroz, dentre outros. Após fazer uma análise detalhada da região o professor Justiniano Oliveira Souto entendeu que o local adequado para a instalação da escola seria a margem direita do córrego Jaú, que por ser bem centralizado facilitaria o acesso de maior número de crianças da região. Então o senhor Gesi Alves de Morais, proprietário da fazenda escolhida, doou uma gleba de terras, para a edificação do prédio escolar. Para dar início às atividades os pais fizeram um mutirão, carregando o material em carro de bois e construíram um barracão de palha, bem próximo às margens do córrego aqui já mencionado. Esta construção teve início no dia 02 de fevereiro de 1969. Enquanto estes trabalhos iam sendo realizados, a escola em questão foi deslocada provisoriamente para Fazenda Cachoeira. As aulas tiveram início na nova escola em 16 de junho de 1969, na gestão do prefeito de Peixe, Sr. Olegário Dias Pinheiro. A criação da escola motivou o surgimento de uma povoação em seu entorno, pois muitas famílias ali se instalaram para que seus filhos pudessem estudar. O desenvolvimento da pecuária e agricultura, construção de pontes e a descoberta de garimpos na região, também contribuíram para o aumento da povoação. Alguns anos depois, na gestão de um novo prefeito do município de Peixe, Sr. Wadson Figueira, um novo prédio foi construído e inaugurado no dia 28 de janeiro de 1974. Essa unidade escolar recebeu a denominação de Escola Reunida Pedro Luiz Bonfim, graças à intercessão do vereador da região, Sr. Darci Cunha Soares. O nome foi dado em homenagem, a um líder político da região.