X

O que é coronavírus?

25/03/2020 às 11:35 - AVISOS

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

 

Quais são os sintomas do coronavírus?

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. No entanto, o coronavírus (SARS-CoV-2) ainda precisa de mais estudos e investigações para caracterizar melhor os sinais e sintomas da doença. 

Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:

 

 Quem é suspeito de estar com o coronavírus?

Paciente com quadro gripal, que passou os últimos dias por algum dos países cujos casos identificados estão confirmados, como China, Itália e Estados Unidos, entre outros. Mas, do ponto de vista de Brasil, o primeiro caso registrado é de São Paulo, de um paciente que veio da Itália. Então, tem que ter histórico do paciente, ele precisa ter tido contato com alguém que tem um vírus, ou passado em alguma região onde o coronavírus está circulando. E, claro, a pessoa precisa apresentar o desconforto respiratório, tosse e batimento de asa de nariz associados à febre.

 

Cuidados

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

 

 http://www.jau.to.gov.br/res/midias/img/5e39bea1130a72bcdda8d2b0c30ec7d3.jpg

 

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Não espalhe fakenews. Elas causam pânico desnecessário e atrapalham as medidas de combate à doença. Para saber o que é divulgação falsa, acesse : 

https://www.saude.gov.br/fakenews/coronavirus